Baixa atividade em região cerebral estimula espiritualidade, ou a espiritualidade otimiza o funcionamento de regiões do cérebro?

A dúvida apresentada no título desta postagem veio-me ao ler a notícia “Baixa atividade em região cerebral estimula espiritualidade, diz estudo“, que relaciona o sentimento de abnegação presente em pessoas espiritualizadas como uma conseqüência de uma baixa atividade em uma determinada região do cérebro humano.

A experiência espiritual das pessoas pode ser explicada pela falta de atividade em uma das regiões do cérebro responsáveis pela afirmação da identidade individual.

(…)

O estudo sugere que são justamente as pessoas que têm essa região menos ativa, com menos “definidores próprios”, as mais suscetíveis a levar vidas espiritualizadas (Folha online, 2008).

E se for o contrário? Neste caso, os sentimentos de abnegação e de espiritualidade não poderiam otimizar e reogarnizar o funcionamento do cérebro, diminuindo a atividade de determinadas áreas que não são mais necessárias? O estudo parece não ter levado isto em consideração.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: